Helicobacter pylori

helicobacter-pylori

Informações do antígeno

A Helicobacter pylori é um patógeno bacteriano móvel, em forma de hélice, gram-negativa e microaerófila que é capaz de converter-se a forma espiral para uma forma cocoide em favor de sua sobrevivência. Quase 50 por cento da população mundial, aproximando-se a 100 por centro em alguns países, está infectada.

Há diferentes cepas de Helicobacter pylori que podem ser agrupadas em duas amplas famílias, tipo I e tipo II, com base em suas expressões do alelo de hopQ. Sabe-se que as cepas do tipo I e tipo II se expressam a VacA (toxina vacuolizante), responsável pela vacuolização das células epiteliais gástricas e indução da apoptose.

A expressão de cepas do tipo I é relatada na proteína CagA, que está associada com a desregulação das vias de sinalização intercelulares e com a iniciação da patogênese (cepas virulentas) e estão estritamente relacionadas a doenças gástricas, como úlcera péptica, úlcera gástrica, gastrite crônica, linfomas de tecidos linfoides associados a mucosas (MALT) e adenocarcinomas gástricos do tipo intestinal.

É relatado que as cepas tipo II não expressam as proteínas CagA. HopE é uma proteína porina de 31 kD que é parte de uma família de 32 proteínas de membrana externa presente na bactéria Helicobacter pylori. A HopE é altamente conservada nas cepas da Helicobacter pylori, mas não entre outras cepas do gênero Helicobacter.

  • HPYLORI-L-CE
    Checar Disponibilidade
    1ml NCL-L-Hpylori
    ULC3R
    Liquid Concentrate
    P (HIER)

Especificaç÷es de Produtos

Especificaç÷es de Produtos

HPYLORI-L-CE
Gastrointestinal Pathology
ULC3R
Liquid Concentrate
Yes
P (HIER)
Mono
Mouse
In Vitro Diagnostic Use
1ml

Documentos

Documentos

Recursos

Recursos

Informações do antígeno

A Helicobacter pylori é um patógeno bacteriano móvel, em forma de hélice, gram-negativa e microaerófila que é capaz de converter-se a forma espiral para uma forma cocoide em favor de sua sobrevivência. Quase 50 por cento da população mundial, aproximando-se a 100 por centro em alguns países, está infectada.

Há diferentes cepas de Helicobacter pylori que podem ser agrupadas em duas amplas famílias, tipo I e tipo II, com base em suas expressões do alelo de hopQ. Sabe-se que as cepas do tipo I e tipo II se expressam a VacA (toxina vacuolizante), responsável pela vacuolização das células epiteliais gástricas e indução da apoptose.

A expressão de cepas do tipo I é relatada na proteína CagA, que está associada com a desregulação das vias de sinalização intercelulares e com a iniciação da patogênese (cepas virulentas) e estão estritamente relacionadas a doenças gástricas, como úlcera péptica, úlcera gástrica, gastrite crônica, linfomas de tecidos linfoides associados a mucosas (MALT) e adenocarcinomas gástricos do tipo intestinal.

É relatado que as cepas tipo II não expressam as proteínas CagA. HopE é uma proteína porina de 31 kD que é parte de uma família de 32 proteínas de membrana externa presente na bactéria Helicobacter pylori. A HopE é altamente conservada nas cepas da Helicobacter pylori, mas não entre outras cepas do gênero Helicobacter.

Recently Viewed

View All