Human skin: immunohistochemical staining for Androgen Receptor. Note the nuclear staining of the epithelial cells. Androgen Receptor: clone AR27

Aurora Kinase 2

aurora-kinase-2

Informações do antígeno

Aurora Kinase 1 e 2 codificam quinases de serina/treonina reguladas por ciclo de célula que são envolvidas em atividades de eixo de microtúbulo durante a mitose e meiose. Aurora Kinase 2, também conhecida como STK15, BTAK, ARK1 e AIK, define a localização para centrossomos mióticos e de interfase e para bastões de eixo.

Ela é degradada rapidamente após liberação de fase G2/M em células mamárias. Relata-se que a Aurora Kinase 2 é expressada em altos níveis em testículos e várias linhas de célula proliferadoras, incluindo células HeLa. Aurora Kinase 2 é regulada por fosforilação, o que é importante tanto para sua atividade quanto para estabilidade.

A inibição de suas atividades leva à formação de um eixo monopolar, pois sua atividade é necessária para a separação de centrossoma. A sobre-expressão de Aurora Kinase 2 leva à ampliação de centrossoma, instabilidade de cromossomos e transformação em células mamárias. A sobre-expressão de ambas Aurora Kinase 2 ativa e inativa pode levar à poliploidia.

Isto sugere que a Aurora Kinase 2 pode comportar-se como um mutante negativo dominante e inibir outras quinases Aurora. Quando a quinase inativa é expressada, porém, as células eventualmente morrem e não tornam-se imortalizadas, ao contrário da quinase ativa.

  • AK2-L
    Checar Disponibilidade
    1ml NCL-L-AK2
    JLM28
    Liquid Concentrate
    P (HIER) W

Especificaç÷es de Produtos

Especificaç÷es de Produtos

AK2-L
Specialized
JLM28
Liquid Concentrate
No
P (HIER) W
Mono
Mouse
Research Use Only
1ml

Documentos

Documentos

Recursos

Recursos

Informações do antígeno

Aurora Kinase 1 e 2 codificam quinases de serina/treonina reguladas por ciclo de célula que são envolvidas em atividades de eixo de microtúbulo durante a mitose e meiose. Aurora Kinase 2, também conhecida como STK15, BTAK, ARK1 e AIK, define a localização para centrossomos mióticos e de interfase e para bastões de eixo.

Ela é degradada rapidamente após liberação de fase G2/M em células mamárias. Relata-se que a Aurora Kinase 2 é expressada em altos níveis em testículos e várias linhas de célula proliferadoras, incluindo células HeLa. Aurora Kinase 2 é regulada por fosforilação, o que é importante tanto para sua atividade quanto para estabilidade.

A inibição de suas atividades leva à formação de um eixo monopolar, pois sua atividade é necessária para a separação de centrossoma. A sobre-expressão de Aurora Kinase 2 leva à ampliação de centrossoma, instabilidade de cromossomos e transformação em células mamárias. A sobre-expressão de ambas Aurora Kinase 2 ativa e inativa pode levar à poliploidia.

Isto sugere que a Aurora Kinase 2 pode comportar-se como um mutante negativo dominante e inibir outras quinases Aurora. Quando a quinase inativa é expressada, porém, as células eventualmente morrem e não tornam-se imortalizadas, ao contrário da quinase ativa.

Recently Viewed

View All