Human bowel: immunochistochemical staining for Serotonin-containing mucosal cells. Serotonin: Polyclonal

Serotonina

serotonin

Informações do antígeno

A serotonina (hidroxitriptamina-5, 5-HT) é relatada ser um neurotransmissor e hormônio largamente distribuído no sistema nervoso central (SNC) e periférico dos mamíferos. A serotonina é formada pela descarboxilação do hidroxi-triptofano-5, seu intermediário, que por sua vez é formado pela hidroxilação do triptofano-L pela hidroxilase triptofana.

No SNC, a ação da serotonina é concluída pela recaptação no terminal pré-sináptico por transportadores de serotonina específicos. A serotonina foi implicada em várias desordens neuropsiquiátricas tais como ansiedade, depressão e esquizofrenia.

A maioria dos terminais nervosos serotoninérgicos no SNC se originam em corpos celulares neuronais do núcleo de Ralph (dorsal, mediano), núcleos de Ralph obscuros e núcleos de Ralph pallidus no tronco cerebral que se projetam para áreas específicas do cérebro e medula espinhal. Acredita-se que a serotonina seja um neurotransmissor inibitório que regula uma larga gama de funções sensoriais, motoras e corticais no SNC.

No periférico, a serotonina é relatada estar presente em estruturas neurais e não neurais tais como plaquetas, trato gastrointestinal (plexo mioentérico, células enterocromafins), pulmões (células neuroepiteliais), glândula tireoide e baço.

  • PA0736
    Checar Disponibilidade
    7ml Serotonin Bond RTU Primary
    POLYCLONAL
    BOND RTU
    P (HIER)

Especificaç÷es de Produtos

Especificaç÷es de Produtos

PA0736
Gastrointestinal Pathology
POLYCLONAL
BOND RTU
No
P (HIER)
Poly
Rabbit
In Vitro Diagnostic Use
7ml

Documentos

Documentos

Recursos

Recursos

Informações do antígeno

A serotonina (hidroxitriptamina-5, 5-HT) é relatada ser um neurotransmissor e hormônio largamente distribuído no sistema nervoso central (SNC) e periférico dos mamíferos. A serotonina é formada pela descarboxilação do hidroxi-triptofano-5, seu intermediário, que por sua vez é formado pela hidroxilação do triptofano-L pela hidroxilase triptofana.

No SNC, a ação da serotonina é concluída pela recaptação no terminal pré-sináptico por transportadores de serotonina específicos. A serotonina foi implicada em várias desordens neuropsiquiátricas tais como ansiedade, depressão e esquizofrenia.

A maioria dos terminais nervosos serotoninérgicos no SNC se originam em corpos celulares neuronais do núcleo de Ralph (dorsal, mediano), núcleos de Ralph obscuros e núcleos de Ralph pallidus no tronco cerebral que se projetam para áreas específicas do cérebro e medula espinhal. Acredita-se que a serotonina seja um neurotransmissor inibitório que regula uma larga gama de funções sensoriais, motoras e corticais no SNC.

No periférico, a serotonina é relatada estar presente em estruturas neurais e não neurais tais como plaquetas, trato gastrointestinal (plexo mioentérico, células enterocromafins), pulmões (células neuroepiteliais), glândula tireoide e baço.

Recently Viewed

View All